Há quem acredite que publicidade, propaganda e marketing é tudo a mesma coisa. E você, sabe qual a diferença entre as três áreas?

De fato, elas podem acabar se complementando, contudo, são diferentes e cada uma possui uma função e objetivos distintos. No sentido mais amplo, o que podemos entender sobre publicidade e propaganda é que ambas são ferramentas utilizadas pelo marketing para promover produtos ou serviços de uma empresa.

Por isso, pensando em ajudar quem encontra dificuldades em entender o que difere uma área da outra, criamos esse post explicando o que é cada uma delas. Vamos lá?

O que é publicidade?

Podemos dizer que a publicidade é responsável por divulgar um produto, serviço ou marca. É a compra de um espaço em um determinado veículo de mídia com a finalidade de divulgação. Essa ação é feita com o objetivo de atrair o público-alvo e incentivá-los a comprar.

Contudo, a publicidade não se resume a venda, ela é considerada uma comunicação espontânea. Ela acontece por meio de agências, assessorias de imprensa e gestores de conteúdo que ficam responsáveis por divulgar a marca por meio das mídias sociais, eventos e diversos outros canais. Tudo isso com o objetivo de criar um “boca a boca”, fazendo com que as pessoas falem sobre o assunto, e automaticamente divulguem a marca.

A publicidade está presente em nosso dia a dia ainda que a gente não perceba, nos shoppings, nas ruas, no celular, na internet, em nossas redes sociais… Por toda a parte. Quem é que nunca pulou aquele anúncio antes de iniciar o vídeo no YouTube? Pois é, aquilo é publicidade.

Entretanto, a publicidade não é tão chata assim. Com certeza você já riu muito com algum comercial de TV ou se emocionou profundamente com um anúncio publicitário. Essa é a maior função da publicidade: entreter e informar com criatividade.

O que é propaganda?

Essa ferramenta tem o objetivo de propagar uma ideia. Embora o seu conceito seja bem próximo à publicidade, a propaganda utiliza estratégias de persuasão para fins ideológicos.

O objetivo, nesse caso, é promover alguma ideia, causa, prática ou princípio. Para isso, são utilizados recursos psicológicos que mexem com os sentimentos, opiniões ou emoções das pessoas. A ideia principal da propaganda é, a partir dos recursos psicológicos, motivar ações.

Nesse momento você deve estar perguntando “tanto a publicidade quanto a propaganda motivam as pessoas a tomarem ações voltadas para vendas”? A resposta é sim, mas elas fazem isso de formas diferentes.

O mercado realmente utiliza ambos os termos como sinônimos. O CENP (Conselho Executivo das Normas-Padrão) confirma que publicidade e propaganda são a mesma coisa. Entretanto, na teoria das faculdades, considera-se que publicidade tem o objetivo de promover produtos, serviços, empresas e marcas, enquanto a propaganda atua no campo a partir das causas e ideologias.

Um exemplo simples de propaganda seria: propaganda eleitoral, propaganda partidária, propaganda religiosa, etc.

Numa propaganda eleitoral os candidatos estão vendendo promessas e projetos que precisam convencer as pessoas. Mexendo a todo o tempo com os seus recursos psicológicos, como os seus ideais e princípios, por exemplo. Afinal, para votar em um candidato você deve aprovar a sua moral e conduta, não é mesmo?

Deu para perceber que o conceito é bem mais complexo do que apenas divulgar um produto ou serviço?

O que é marketing?

O marketing é um processo muito global e amplo. Envolvendo diversos processos da empresa, principalmente em relação à produção, produtos e vendas. Por vezes, o marketing está diretamente ligado com a estratégia corporativa de uma empresa.

Ou seja, o marketing é um conjunto de estratégias, práticas e técnicas que têm o objetivo de agregar valor a determinados produtos ou marcas, atribuindo um maior valor para o seu público-alvo – os consumidores do seu produto.

Contudo, o marketing não se baseia somente em vender. O conceito aprofunda-se em todo o processo até o momento da venda, passando pela produção, logística, comercialização e pós-venda do produto ou serviço em questão.

Ele é, basicamente, um grande leque que envolve não somente a comunicação entre empresa e cliente, mas acompanha também todo o caminho que o produto percorre.

Dessa forma, tanto a publicidade quanto a propaganda são utilizadas dentro das estratégias de marketing, fazendo com que uma especialidade complemente a outra.

Ufa! Tudo parecia a mesma coisa e agora vimos que cada área possui um conceito e uma responsabilidade diferente, não é mesmo? Estrategicamente os três conceitos sempre irão se complementar dentro de uma organização, porém cada um possui o seu papel e importância dentro de uma estratégia de venda, seja de uma ideia, um produto ou serviço.