Nos últimos tempos, com o avanço das tecnologias e o maior e mais fácil acesso à internet, as empresas se viram na necessidade de se adaptarem a essa realidade. Ao passo que, antigamente, compras realizadas pela internet eram motivos de temor e insegurança, hoje, existem várias formas de proteção ao cliente que tornaram essa prática corriqueira.

Dessa forma, lojas físicas começaram a oferecer seus produtos também em lojas virtuais, além disso, também foram criadas lojas apenas virtuais, que obtém tanto sucesso quanto às físicas. Portanto, se uma empresa tem como objetivo aumentar o alcance de suas vendas, as lojas virtuais são uma boa opção para alcançá-lo.

A Agência EIGHTY, de Curitiba, é especialista na criação de lojas virtuais em um curto espaço de tempo, com ótima qualidade e preço.

Recursos necessários para criar uma loja virtual

Veja a seguir uma lista de itens que são necessários para criar uma loja virtual.

Conhecimento técnico em informática

Há diferentes níveis de complexidade para desenvolver uma loja virtual, sendo um layout exclusivo o mais alto nível. O ideal é a contratação de técnicos que possam se encarregar da criação do site de acordo com a necessidade da empresa. Para isso, há também plataformas de e-commerce que podem auxiliar, como a Magento, OpenCart, PrestaShop, entre outras.

Segurança

É essencial que a loja proporcione segurança para si e ao cliente. Ferramentas anti-fraudes protegem a loja e sites com selo de segurança transmitem confiança para que o cliente realize uma compra. Elas devem ser escolhidas pelo proprietário junto do técnico responsável, para saber a adequação à empresa. Dentre as ferramentas de segurança mais usadas no e-commerce, estão as FControl, CyberSource, ClearSale, Konduto etc.

Pagamento

Dentre todas as disponibilidades do site, uma das mais importantes para o cliente são as formas de pagamento que a loja oferece. As formas de pagamento variam entre as pequenas, médias e grandes empresas.

O ideal para médias e grandes empresas é usar gateways de pagamento, que são interfaces que processam pagamentos com cartão de crédito ou via linha de telefone. Um gateway codifica as informações do cartão de crédito que o cliente usa para pagamento e verifica a validação do mesmo. Além de armazenar a informação, permitindo que a loja tenha acesso ao extrato das transações ao banco.

Já para pequenas empresas, é aconselhável o uso de mediadores de pagamento, como a plataforma PayPal, onde o cliente paga à plataforma, que direciona o pagamento à empresa, assumindo os riscos de fraudes ou falta de pagamento, através de uma taxa fixa mensal.

Marketing digital

Além disso, é necessária uma divulgação positiva e satisfatória da loja para que alcance um maior número de clientes potenciais. Para isso, usar estratégias de marketing adequadas às condições da loja serão essenciais, como publicações em redes sociais, Google Adwords, ou Email Marketing.

Tempo médio para criação de uma loja virtual

Assim como o custo, o layout e a forma de pagamento, o tempo médio varia de acordo com a complexidade do site. Portanto, para a criação de um site simples, o técnico pode levar de uma semana a 20 dias. Já a criação de um site mais elaborado pode durar até 3 meses.

Por fim, é preciso saber que a taxa de retorno de um investimento virtual tende a ser bem variável. Entretanto, divulgando de forma correta e atrativa a empresa, além de manter o site sempre atualizado e realizar manutenções regulares, o resultado pode ser bem satisfatório. Lembrando que para que um negócio seja bem sucedido, é necessário um bom planejamento.